terça-feira, 8 de novembro de 2016

Quer ser nosso parceiro?

Interessa apoiar esta iniciativa?

Temos projetos aprovados nas leis municipal, estadual e federal de Incentivo à Cultura. Seja nosso parceiro e incentive nossos projetos de produção e circulação de espetáculos teatrais.

O projeto de circulação do Espetáculo O OLHAR DE NEUZA, pelo interior do Estado do Paraná, está aprovado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Paraná.

Para maiores informações entrar em contato com Fabiana Ferreira

tecerteatro@gmail.com

domingo, 21 de agosto de 2016

Neuza vai até o interior do Mato Grosso

Em maio de 2016 tivemos o privilégio de levar este espetáculo para o interior do Estado do Mato Grosso passando por duas cidades, Rondonópolis e Poconé. Está última uma cidade muito pequena e já na entrada do Pantanal Brasileiro. Também, através deste projeto realizado com o Incentivo do Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet e da Petrobras, pudemos viabilizar a tradução de libras do texto do espetáculo e levarmos uma intérprete de libras conosco. Experiência riquíssima. Abaixo um relato de nossas conclusões: 

Levar um grupo de teatro a cidades do interior brasileiro, é levar esperança a um povo judiado, mas também um povo forte e inteligente, que resiste e luta diariamente para superar suas dificuldades. Um povo que mantém, a duras penas, suas manifestações culturais ameaçadas de desaparecerem do mapa brasileiro. Nestas cidades do interior urge o auxílio e incentivo para que jovens aprendizes sejam provocados a dar continuidade às importantes manifestações culturais, contribuindo para a construção e fortalecimento da identidade do povo.

A falta de incentivo para que os jovens Poconeanos possam vivenciar e valorizar sua própria cultura, somada a um sistema capitalista como o nosso, provocam nesse jovem o desejo de consumir cada vez mais, numa cidade onde não há o que consumir, e onde o jovem não consegue reconhecer-se como ser único, capaz e importante para a sua comunidade. Essa falta de sentido, de perspectiva oprimi o jovem, impedindo o desenvolvimento de suas possibilidades.  Esta é uma triste realidade de muitas cidades do interior do Brasil.

Tivemos o privilégio de realizar esta circulação através deste importante incentivo. Todas as ações do projeto puderam ser realizadas plenamente, com exceção da acessibilidade aos portadores de deficiência auditiva. Apesar de termos entrado em contato com a comunidade surda, tivemos a presença de pouquíssimos surdos. Em Rondonópolis, pudemos levar pessoalmente nossa interprete de libras até a associação dos surdos, ela pode conversar com o presidente da associação que garantiu a presença dele ao evento, mas, infelizmente, não compareceu.

Assim, percebemos a importância de continuarmos realizando projetos que incluam a acessibilidade da comunidade surda, uma vez que a mesma, está tão distante do teatro. Mesmo nosso projeto oferecendo gratuidade, transporte até o local das apresentações, não houve condições de participação. Tal situação gerou uma espécie de frustração em nossa equipe, mesmo ela tendo sido anteriormente advertida sobre esta dificuldade. Ainda assim, ressaltamos que levar uma interprete de libras em nossa equipe, acabou despertando em todos nós e também em algumas pessoas que cruzaram nossa caminhada, durante esta circulação, o desejo e a responsabilidade individual, para o contato e aprendizagem da língua de sinais, ajudando a mudar essa realidade. 

Para nós foi importantíssimo a viabilização, através deste projeto, da tradução do texto de nosso espetáculo para a língua de sinais e a inclusão da também atriz/interprete de libras, Chiris Gomes, em nossa equipe. A partir de então, queremos continuar trabalhando desta forma, levando o espetáculo de repertório O OLHAR DE NEUZA, acessível aos surdos, a outras cidades brasileiras. Este projeto despertou em nós o desejo de realizar novas parcerias com a comunidade surda de Curitiba, cidade sede de nossa companhia, para realização de novos projetos como a publicação de livro contendo a trajetória deste espetáculo e DVD com vídeo libras do texto teatral traduzido, a ser lançado em evento teatral que atenda a comunidade surda, contando ainda com palestras para tratar da importância desta inclusão social.

Aprendemos, a partir do contato com os surdos de nossa cidade, que eles não gostam de serem chamados de deficientes auditivos, uma vez que não tem nenhum tipo de retardo mental e muitas vezes são confundidos ou mesmo atendidos por entidades de deficientes físicos e mentais. Eles apenas “falam” outra língua. Assim, preferem ser chamados de surdos.

Estamos muito gratos por termos realizado este projeto que sobretudo, abre nossos olhas para a importância da inclusão social da comunidade surda e nos dá o privilégio de poder entrar em contato com está realidade o que  nos sensibiliza e também nos mobiliza a continuarmos.  


Confraternização com o público de estudantes em `Poconé - MT


Fabiana Ferreira e Chiris Gomes durante apresentação do espetáculo em Rondonópolis - MT


Em Rondonópolis casa cheia e público entusiasmado. Os debates após as apresentações forma riquíssimos.

sábado, 23 de abril de 2016




Abração Filmes Produtora de Artes, Ministério da Cultura e Petrobras levam premiadíssimo solo teatral à região centro oeste brasileira

A peça teatral O Olhar de Neuza, vencedora do prêmio paranaense “Troféu Gralha Azul” nas categorias de melhor espetáculo, melhor atriz, direção, texto e música, será encenada nas cidades de Rondonópolis e Poconé.

Esta iniciativa da Abração Filmes Produtora de Artes, de Curitiba/Paraná, foi viabilizada pelo Governo Federal e o Ministério da Cultura -  Lei Rouanet, contando com o patrocínio da Petrobras Distribuidora, através de projeto selecionado pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2015/2016.

Após a realização de cada apresentação, o público será convidado a participar de um bate papo informal. Nesta oportunidade vamos aproveitar para refletir sobre as questões levantadas pelo espetáculo e os elementos que foram utilizados para a criação do mesmo.

Além das apresentações teatrais, este projeto prevê a realização de encontros com grupos teatrais locais para troca de experiências entre os fazedores de teatro. A ideia é proporcionar um importante espaço para reflexões sobre os temas que permeiam a realidade dos grupos e seus saberes.
Teremos ainda a realização de oficinas teatrais intituladas: Ser Ator – a prática criativa, dirigidas ao público de jovens e adultos. O objetivo principal é repassar o trabalho que vem sendo desenvolvido dentro da Abração Filmes, através de suas práticas diárias para o desenvolvimento do ator.
Todas as ações do projeto são gratuitas.

A novidade fica por conta do instrumento de acessibilidade: todas as sessões do espetáculo serão acompanhadas por um intérprete de libras, possibilitando a participação dos surdos interessados em assistir ao espetáculo.

Selando a parceria com o Sesc Mato Grosso e o Sesc Pantanal, as ações do projeto serão realizadas nas unidades do Sesc de ambas as cidades.

Inspirado na obra “A Mulher que Cai”, do escritor curitibano Guido Viaro, O Olhar de Neuza narra a história de uma mulher de meia-idade, na tentativa de escapar de seu cotidiano e rever sua vida, expondo os conflitos da mulher madura que atravessa a fase da menopausa. 

Serviço:

POCONÉ
1.     Espetáculo: 18 e 19 de maio às 20h e 20 de maio às 8:30 (agendamento escolar).
Duração: 60 minutos.
Classificação indicativa: Maiores de 16 anos.
2.     Encontro com os fazedores de teatro local: 20 de maio às 19h.
3.     Oficina Ser Ator – A Prática Criativa: 21 de maio das 8:30 às 11:30 e das 14h às 17h e   22 de maio das 8:30 às 11:30.
Local das atividades: Estância Ecológica SESC Pantanal – EESP - Salão Social do Centro de Atividades de Poconé CAP/SESC Pantanal - Rua Generoso Ponce, nº 37.
Ingressos: Todas as atividades são gratuitas

Informações:
Centro de Atividades de Poconé CAP/SESC Pantanal
Rua Generoso Ponce, nº 37
Telefone: (65) 3345 2571


RONDONÓPOLIS
1.     Espetáculo: Dia 25 de maio às 15h e 28 e 29 de maio às 20h.
Duração: 60 minutos.
Classificação indicativa: Maiores de 16 anos.
2.     Encontro com os fazedores de teatro local: 28 de maio às 14h.
3.     Oficina Ser Ator – A Prática Criativa: De 23 a 25 de maio das 18h às 21h.
Local das atividades: SESC Rondonópolis - Rua K Quadra 197- Bairro Sagrada Família - CEP da Rua: 78.700-000 (Em frente ao Residencial Nova Colina)
Ingressos: Todas as atividades são gratuitas.

Informações:
SESC Rondonópolis
Rua K Quadra 197- Bairro Sagrada Família - CEP da Rua: 78.700-000/ Rondonópolis-MT (Em frente ao Residencial Nova Colina).
Telefone: (66) 3411 1465

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Abração Filmes leva o espetáculo teatral O OLHAR DE NEUZA até a região Centro Oeste Brasileira


É com enorme satisfação que dividimos com vocês mais esta conquista da ABRAÇÃO FILMES PRODUTORA DE ARTES. Em maio de 2016, o espetáculo teatral O OLHAR DE NEUZA, fará uma circulação pela região Centro Oeste Brasileira, através de projeto aprovado num dos editais públicos mais importantes do Brasil, o PROGRAMA PETROBRAS DISTRIBUIDORA DE CULTURA. Além das apresentações teatrais, este projeto irá levar gratuitamente oficinas, debates como o público presente nas apresentações e também encontros com os fazedores de teatro locais. A grande novidade também será a tradução em libras do texto do espetáculo e quem sabe sua futura publicação. Todas as sessões serão acompanhadas por um intérprete de libras. Este trabalho de tradução e interpretação de libras, sem dúvida será um grande passo na trajetória deste espetáculo. 
 
 
 

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

O OLHAR DE NEUZA NO SESI

Curta temporada do espetáculo teatral O OLHAR DE NEUZA, no SESI São José dos Pinhais. Dias 22 e 23 de agosto, sábado às 20h e domingo às 19h.


terça-feira, 19 de maio de 2015

Estamos em Chapecó - SC participando do Festival Nacional de Teatro com o espetáculo O OLHAR DE NEUZA, selecionado entre vários, onde apenas 3 espetáculos de outros estados brasileiros foram escolhidos. Um teatro lindo com capacidade para 1.000 pessoas. A expectativa é de termos em torno de 600 pessoas por sessão. 

segunda-feira, 24 de novembro de 2014